Skip to content

Rinite Alérgica (Dra. Valéria Botan)

27/09/2011

Dedicado papai,

Seu (sua) filho (a) vive gripado?
O nariz está sempre escorrendo? Tem respiração ruidosa ao dormir? Utiliza a boca para respirar?

Provavelmente ele (a)  tem RINITE ALÉRGICA!

A rinite alérgica é caracterizada pelos seguintes sintomas:

  • espirros
  • rurido nasal
  • coriza
  • congestão nasal

Além disso, é comum a associação com prurido e vermelhidão ocular, o que caracteriza a conjuntivite alérgica.

Na infância o hábito de respirar pela boca pode levar a alterações da anatomia do rosto, que em alguns casos são irreversíveis.

O tratamento da rinite alérgica inclui, basicamente, a utilização de medicamentos que devem ser apropriados para cada caso, e uma série de orientações com respeito à  higiene ambiental e mudanças de hábitos de vida, que visam evitar o contato com os fatores desencadeantes da alergia respiratória.

Na grande maioria das vezes, os ácaros da poeira e os vírus são os grandes vilões dos pacientes portadores de rinite.

Além do tratamento medicamentoso, em alguns casos, o uso de imunoterapia (vacinas) pode auxiliar no tratamento, mas somente o alergista é capaz de indicá-lo.

Abaixo seguem algumas orientações para crianças portadoras de rinite.
Experimente fazê-las para seu filho (a) ter uma melhor qualidade de vida!

10 DICAS PARA CRIANÇAS  ALÉRGICAS

  1. Não ter animais de pêlo ou penas dentro de casa, tais como cães e gatos. Animais de estimação ideais para pessoas alérgicas são peixes e tartarugas
  2. Evitar umidade excessiva e manter a casa ensolarada, principalmente no quarto da pessoa que tem rinite
  3. Encapar colchões e travesseiros com capas impermeáveis (antialérgicas)
  4. Não utilizar umificadores de ar, pois proliferam o crescimento dos ácaros e fungos
  5. Não manter no dormitório do paciente objetos que facilitem o acúmulo de pó (bichos de pelúcia, livros, brinquedos em excesso)
  6. Não varrer a casa, utilize somente um pano úmido na limpeza. Dar preferência a pisos de cerâmica, vinil ou madeira
  7. Evitar cortinas, tapetes, almofadões e móveis estofados de tecido que constituem depósito de poeira
  8. As roupas de cama devem ser lavadas freqüentemente. Prefira edredon a cobertores de lã
  9. Evitar contato com irritantes que podem piorar as condições de funcionamento nasal. Entre eles estão o fumo, produtos de odores fortes (talco, perfumes, produtos de limpeza, tintas), poluentes, temperaturas frias e ar condicionado
  10. Ter vida ao ar livre e praticar esportes

Dra. Valéria Botan tem mestrado em Alergia e Imunologia pela Unb. É especialista em Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria e especialista em Alergia e Imunologia pela Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI).
Contato: ALERGYA 35329007
Site: alergiabrasilia.site.med.br


Anúncios
No comments yet

Compartilhe o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: